É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer. O fim do amor é ainda mais triste do que o nosso fim, meu amor está cansado, surrado, ele quer me deixar para renascer depois, lindo e puro, em outro canto, mas eu não quero outro canto, eu quero insistir no nosso canto, eu me agarro à beiradinha do meu amor, eu imploro pra que ele fique, ainda que doa mais do que cabe em mim, eu imploro pra que pelo menos esse amor que eu sinto por você não me deixe, pelo menos ele, ainda que insuportável, não desista.
Sou como você me vê posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar






(Fonte: craazymind, via filho-da-rua)



PostDate » 14 · maio · 2013 · 838 notes · Reblog ღ


(via beaver111-deactivated20130518)



PostDate » 14 · maio · 2013 · 303 notes · Reblog ღ


(Fonte: coome-to-my-world)



PostDate » 13 · maio · 2013 · 1840 notes · Reblog ღ


"“Por que a gente é assim, hein?” “Não sei, mas a gente combina.”
Não dá pra acreditar no que a gente tem. É insano lembrar que eu te imaginava aqui comigo, me fazendo carinho e me enchendo de amor. Eu te inventei e o mais incrível é que você tomou forma. Era só uma imagem distante, alguém que eu jurava de pés juntos e sem os dedos cruzados, nunca iria olhar pra mim. Sou a garota que acabou de chegar na sua cidade, no seu universo. E de repente você me faz querer entrar e conhecer você. Olhar como é aí dentro desse seu mundo particular. Tô entrando devagarinho, com calma e sem pressa alguma. Porque você sabe dessa esquizofrenia que eu tenho. Essa de ter medo do que é rápido demais. Você topou não desistir de mim e tá desvendando meu mundo também. Meu universo cheio de amor, muito amor. E de bobagens. Mas você tá dando um jeito nisso. “Eu vou dar um jeito. Eu sempre dô um jeito nas coisas.” Você tá dando um jeito em mim. Tá me fazendo perder essa timidez louca que invade meu corpo e meus instintos mais escondidos. Até dançamos juntinhos ao som do Paul - sem contar com os abraços e beijos dados naquele show. Something se tornou ainda mais especial pra mim. Olhar pra você e não pensar no quanto me faz bem, é inevitável. Você me encanta e cada dia é um pouco mais. Nem conseguimos explicar essa saudade que dá, essa vontade de estar sempre perto, esse aperto por causa de uma distância de 13,4 quilômetros. “Chega um tempo na vida em que a gente presta atenção, vê que nem tudo no mundo carece de explicação.” Dominguinhos soube bem falar da gente. Nós não precisamos de explicação alguma. Pra quê entender esse sentimento que estamos deixando crescer cada vez mais? Não tem o quê explicar. Não tem o quê entender, nem questionar ou duvidar. Estamos sendo nós mesmos e temos nos dado tão bem (apesar de algumas chateações, porque “a culpa é sempre do Chaves”). Eu só quero estar com você. Te dando todo carinho do mundo - e tudo mais que eu poder fazer pra te fazer bem, meu bem."

-

“E eu que sempre fui tão inconstante, te juro meu amor, agora é pra valer”

Ana (c-onfesiones)





PostDate » 13 · maio · 2013 · 3 notes · Reblog ღ


(via valeriafe-deactivated20140126)



PostDate » 8 · maio · 2013 · 11 notes · Reblog ღ


(Fonte: suicideblonde, via buwrn-deactivated20131020)



PostDate » 8 · maio · 2013 · 163408 notes · Reblog ღ


(Fonte: thesweetestbitchyoupussy, via filho-da-rua)



PostDate » 8 · maio · 2013 · 60 notes · Reblog ღ


(via eu-amo-a-minha-igreja)



PostDate » 6 · maio · 2013 · 58 notes · Reblog ღ


(via confi-d-e-n-t)



PostDate » 6 · maio · 2013 · 100291 notes · Reblog ღ


(via amargedom)



PostDate » 15 · abril · 2013 · 25051 notes · Reblog ღ


Página 1 de 136 1 2 3 4 5 6 7 8
Theme feito por Marginal Side ©